As nossas Vinhas

Estas são as cinco vinhas da Quinta

A Vinha da Obra é uma das nossas vinhas mais antigas e a que de certa forma dá a cara à Quinta pois rodeia a Casa Principal em duas frentes. Estas vinhas têm uma área total de 3 ha a uma altitude compreendida entre 380 e 405m e as suas idades andam à volta dos 50 anos. A orientação solar é de Nordeste e Sudeste. 
Como era tradição antigamente no Douro, a plantação destas vinhas deu-se sem uma ordenação de castas, estando todas misturadas. É possível identificar nestas vinhas dezenas de castas diferentes, sendo que as suas uvas são de uma concentração extraordinária devido à sua idade avançada. O solo desta Vinha, como em todas as outras da Quinta, é em xisto.
Nesta vinha ainda é possível de encontrar antigos mortórios onde existiram videiras da época anterior à Filoxera, ou seja vinhas anteriores a 1868, e plantadas em socalcos muito estreitos.

 

 

 

vdfA Vinha do Ferrado é a nossa vinha com altitude mais baixa e é composta por 1,10 ha a uma altitude compreendida entre 275 e 306 m, muito próxima da foz do Rio Tua, junto ao Rio Douro. A vinha tem orientação solar a Nordeste.
As castas plantadas são a Touriga Franca, Tinta Roriz e Sousão. Esta zona de socalcos situada na parte baixa do Vale do Tua é sem dúvida, de todas as vinhas que a Quinta possui, a que sofre os maiores contrastes de temperatura, atingido temperaturas altíssimas no Verão, com descidas abruptas no Inverno. A própria vegetação que rodeia as vinha nesta zona, começa parcialmente a desaparecer e a ser substituída por outras espécies à medida que sobe a altitude, devido às características edafo-climáticas desta zona. 

 

 

 

vdjA seguir à Vinha do Ferrado, mais acima, temos a Vinha do Jugal, também próxima da Foz do Tua, junto ao rio Douro. Esta é a área mais extensa de vinha da Quinta com 4 ha plantada em socalcos ao longo da encosta. A orientação solar é a Nordeste e Sudeste. Esta Vinha tem uma altitude compreendida entre 324 e 384m e é constituída por cepas novas com uma média de 10 anos de idade. As castas plantadas são Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Barroca e Tinta Roriz. Esta é a nossa vinha menos homogénea e mais complexa devido à morfologia da encosta e também devido à passagem de diferentes canais freáticos, que incidem especialmente em certas partes do terreno, resultando numa variação de vigor nas vinhas. Estas diferenças de vigor são controladas através do enrelvamento entre a linha das videiras à base de gramíneas, crucíferas e leguminosas ( os designados Adubos Verdes ) de forma a equilibrar a evolução vegetativa da vinha.

 

 

vdcA Vinha da Cárcoda é constituída por vinhas dispostas em plaina e não em socalcos, numa área de 1 ha a uma altitude de 450 metros, com orientação solar a Sudeste. 

É uma vinha com cepas centenárias, e plantadas à moda antiga com todas as suas castas misturadas. È possível encontrar dezenas de castas diferentes plantadas, tanto tintas como brancas.
Esta é a nossa vinha mais antiga e é sem dúvida a vinha onde poderemos tirar maior concentração fenólica, paralelamente com a Vinha da Obra.

Por ser a nossa vinha mais antiga e por já estar na posse da nossa família há mais de 200 anos sentimos uma ligação muito especial por esta parcela de terra.

 

 

 

vdlPor fim temos a Vinha das Ladeiras que é a nossa vinha com altitude mais elevada, com 1 ha compreendida entre 493 e 505m e com orientação solar a Este. É uma vinha que em 2015 foi completamente replantada e que é constituída apenas por castas de uvas brancas para tirar vantagem da altura elevada do terreno, por ser propícia à produção de excelentes vinhos brancos. Tem plantadas várias castas diferentes onde se destacam o Viosinho, Gouveio e Rabigato.

 

 

Os comentários estão fechados.